Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

sabadao-da-onda
No comando: SABADÃO DA ONDA

Das 8h às 12h

bom-dia-noticia
No comando: BOM DIA NOTÍCIAS

Das 07h às 09h

banner-alo-tradicao
No comando: ALÔ TRADIÇÃO

Das 12h às 13h

que-beleza
No comando: QUE BELEZA

Das 12h às 18h

debate-da-onda
No comando: DEBATE DA ONDA

Das 13h às 14

paradao-de-sucessos
No comando: PARADÃO DE SUCESSOS

Das 13h às 24h

super-tarde
No comando: SUPER TARDE

Das 14h às 16h

mix-da-onda
No comando: MIX ONDA JOVEM

Das 16h às 17h

transmissao-da-missa
No comando: TRANSMISSÃO DA MISSA

Das 18h às 19h

giro-do-dia
No comando: GIRO DO DIA

Das 18h às 19h

onda-rural
No comando: ONDA RURAL

Das 19h às 21h

que-beleza
No comando: ÂNGELO MORO

Das 19h às 21h

esquenta
No comando: ESQUENTA

Das 23h às 01h

madrugada-de-sucessos
No comando: NA INSÔNIA

Das 00h00 às 04h30

manha-sertaneja
No comando: MANHÃ SERTANEJA

Das 04h30 às 06:20

informativo-fecoagro
No comando: INFORMATIVO FECOAGRO

Das 06h20 às 06h30

mensagens-de-fe
No comando: MENSAGENS DE FÉ

Das 06h30 às 07h00

programa-do-tio-nego
No comando: TIO NEGO

Das 07h30 às 12h

clube-da-onda
No comando: CLUBE DA ONDA

Das 09:00 às 11:00

tricotando
No comando: TRICOTANDO

Das 11:00 às 12:00

musica-para-milhoes
No comando: MÚSICA PARA MILHÕES

Das 12:00 às 13:00

Controle da brucelose e tuberculose em bovinos é foco de capacitação para técnicos da ATeG

Compartilhe:
15

Os vinte novos prestadores de serviço de técnico de campo do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) de Santa Catarina participaram da capacitação sobre “Diagnóstico e controle da brucelose, tuberculose e encefalopatia espongiforme dos bovinos do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose Animal – PNCEBT”, realizada recentemente em Assaí (PR).  A iniciativa integra o Projeto Desenvolvimento da Bovinocultura Catarinense do Sistema FAESC/SENAR-SC em parceria com o SEBRAE.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR-SC, José Zeferino Pedrozo, destaca que o Projeto desenvolvimento da Pecuária Catarinense tem por objetivo promover o desenvolvimento da pecuária leiteira com avaliação da sanidade do rebanho para certificação de propriedade livre de brucelose e tuberculose. “Com isso, contribui para melhoria da qualidade e sanidade do rebanho leiteiro e lucratividade do produtor rural”.

Com o programa é possível avaliar a sanidade do rebanho visando a certificação de propriedade livre de brucelose e tuberculose; promover o desenvolvimento da pecuária catarinense fortalecendo a cadeia produtiva com a melhoria significativa da qualidade do rebanho leiteiro; melhorar a renda do produtor pela agregação de valor ao preço do leite e animais certificados, além de melhorar o status sanitário de Santa Catarina para abertura de novos mercados com a exportação de lácteos catarinenses.

 “Nosso objetivo é manter o nível de excelência na sanidade animal. A erradicação da brucelose e da tuberculose bovina é fundamental para fortalecer o agronegócio agregar valor à pecuária de corte e de leite. Seguimos firmes e fortes em todas as ações que possam garantir mais um reconhecimento internacional ao Estado que já é declarado área livre de febre aftosa sem vacinação e de peste suína clássica”, destacou Pedrozo ao observar a importância dos prestadores de serviço da ATeG estarem sempre atualizados para orientar os produtores da melhor maneira possível.

O treinamento possibilita a habilitação de médicos veterinários junto ao PNCEBT e abordou temas que envolvem teoria e prática sobre tuberculose, propriedades dos testes de diagnóstico e sua aplicação em função da situação epidemiológica, teoria brucelose em bovinos e bubalinos, prática de testes em Brucelose, discussão de resultados, prática leitura testes de tuberculina, discussão geral e aplicação de avaliação, entre outros.

O superintendente do SENAR/SC, Gilmar Antonio Zanluchi, destaca que o programa visa atender as propriedades assistidas pelo programa ATeG e que queiram certificar a propriedade como Livre de Brucelose e Tuberculose.  Segundo ele, o programa custeará parte das despesas com a execução dos exames Brucelose e Tuberculose em todo rebanho bovino/bubalino de propriedades atendidas no programa.

SOBRE A ATEG

A coordenadora estadual da ATeG em Santa Catarina, Paula Araújo Dias Coimbra Nunes, explica que o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) oferece assistência técnica e gerencial que permite acompanhar as atividades dos produtores de gado para auxiliá-los na tomada de decisões, no planejamento das propriedades e nas ações práticas da produção. Segundo ela, os produtores contam com acompanhamento mensal feito por um técnico em sua propriedade, além de todo o suporte da equipe de supervisores regionais e supervisores técnicos da ATeG.

Zanluchi enfatiza que os efeitos da assistência técnica e gerencial revelam a importância do programa para fortalecer a pecuária de corte e de leite em Santa Catarina. “Com a ATeG os produtores estão investindo em novas técnicas de gestão, controle e tecnologias, além de outras inovações que vêm trazendo excelentes resultados tanto no melhoramento genético do rebanho quanto no aperfeiçoamento do nível de gestão e produtividade, beneficiando toda a cadeia produtiva”. 

Deixe seu comentário: