Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

sabadao-da-onda
No comando: SABADÃO DA ONDA

Das 8h às 12h

bom-dia-noticia
No comando: BOM DIA NOTÍCIAS

Das 07h às 09h

banner-alo-tradicao
No comando: ALÔ TRADIÇÃO

Das 12h às 13h

que-beleza
No comando: QUE BELEZA

Das 12h às 18h

debate-da-onda
No comando: DEBATE DA ONDA

Das 13h às 14

paradao-de-sucessos
No comando: PARADÃO DE SUCESSOS

Das 13h às 24h

super-tarde
No comando: SUPER TARDE

Das 14h às 16h

mix-da-onda
No comando: MIX ONDA JOVEM

Das 16h às 17h

transmissao-da-missa
No comando: TRANSMISSÃO DA MISSA

Das 18h às 19h

giro-do-dia
No comando: GIRO DO DIA

Das 18h às 19h

onda-rural
No comando: ONDA RURAL

Das 19h às 21h

que-beleza
No comando: ÂNGELO MORO

Das 19h às 21h

esquenta
No comando: ESQUENTA

Das 23h às 01h

madrugada-de-sucessos
No comando: NA INSÔNIA

Das 00h00 às 04h30

manha-sertaneja
No comando: MANHÃ SERTANEJA

Das 04h30 às 06:20

informativo-fecoagro
No comando: INFORMATIVO FECOAGRO

Das 06h20 às 06h30

mensagens-de-fe
No comando: MENSAGENS DE FÉ

Das 06h30 às 07h00

programa-do-tio-nego
No comando: TIO NEGO

Das 07h30 às 12h

clube-da-onda
No comando: CLUBE DA ONDA

Das 09:00 às 11:00

tricotando
No comando: TRICOTANDO

Das 11:00 às 12:00

musica-para-milhoes
No comando: MÚSICA PARA MILHÕES

Das 12:00 às 13:00

Criciúma é a cidade que menos gasta com pessoal em todo o Sul do país

Compartilhe:
paco-municipal-marcos-rovaris-foto-de-arquivo-decom

Dados são do Ranking de Competitividade e Sustentabilidade dos Municípios

O município de Criciúma é o que apresenta menos despesa com pessoal em todo o Sul do país. Os dados são da segunda edição do Ranking de Competitividade e Sustentabilidade dos Municípios, divulgado nessa segunda-feira (22), e que é utilizado como fonte de dados para o desenvolvimento de políticas públicas e atração de investimentos. O indicador de sustentabilidade fiscal coloca Criciúma como o primeiro município do Sul no ranking e o quinto na classificação nacional, perdendo apenas para os municípios Maricá (RJ), Saquarema (RJ), Botucatu (SP) e Mesquita (RJ).

“O resultado demonstra a responsabilidade do município com o cidadão, atuando de forma eficaz com menos custos para os cofres públicos”, reforçou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro. Ele lembra que o município gasta, hoje, menos do que o limite prudencial de despesas com pessoal. Esse limite, conforme a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), é de 52%, sendo que o município teve uma despesa média de 34,4% no exercício de 2021, segundo dados do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE).

“Esses números refletem em mais investimento no município, em outras áreas fundamentais para o cidadão, como a saúde, educação e infraestrutura. Economia que gera benefícios aos criciumenses”, concluiu o prefeito.

Criciúma ganha espaço, ainda, entre os dez municípios mais competitivos do Sul do país, sendo o nono colocado entre os municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Na colocação geral, é o 27º do país.

Destaque na educação

A cidade carbonífera também figurou de forma positiva nos indicadores de Acesso à Educação, aparecendo na terceira colocação em relação aos Alunos em Tempo Integral na Educação Infantil, com pontuação 94,31. Criciúma vem atrás de Barueri (SP), que é o primeiro colocado com pontuação 100, e Governador Valadares (MG) com 96,5.

“A Educação é prioridade no nosso município. Hoje, temos mais de 6 mil alunos estudando em tempo integral nas escolas municipais. É um dado que vem crescendo nos últimos anos com incentivo a participação de iniciativas, mas também com melhorias em estruturas, como ampliações, reforma e construção de novas escolas. O governo municipal sempre está atento e sabe que os dois pilares caminham juntos para o desenvolvimento da Educação”, destacou o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim.

Sobre o ranking

O Ranking analisa o total de 411 municípios brasileiros (7,38% do universo de municípios), representando os municípios do país com população acima de 80 mil habitantes de acordo com a estimativa do IBGE para o ano de 2020.

Como resultado, a segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios é composta por 65 indicadores, organizados em 13 pilares temáticos e 3 dimensões: instituições, sociedade e economia.

Texto: Débora Correa

Foto: Arquivo/Decom

Deixe seu comentário: