Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

sabadao-da-onda
No comando: SABADÃO DA ONDA

Das 8h às 12h

bom-dia-noticia
No comando: BOM DIA NOTÍCIAS

Das 07h às 09h

banner-alo-tradicao
No comando: ALÔ TRADIÇÃO

Das 12h às 13h

que-beleza
No comando: QUE BELEZA

Das 12h às 18h

debate-da-onda
No comando: DEBATE DA ONDA

Das 13h às 14

paradao-de-sucessos
No comando: PARADÃO DE SUCESSOS

Das 13h às 24h

super-tarde
No comando: SUPER TARDE

Das 14h às 16h

mix-da-onda
No comando: MIX ONDA JOVEM

Das 16h às 17h

transmissao-da-missa
No comando: TRANSMISSÃO DA MISSA

Das 18h às 19h

giro-do-dia
No comando: GIRO DO DIA

Das 18h às 19h

onda-rural
No comando: ONDA RURAL

Das 19h às 21h

que-beleza
No comando: ÂNGELO MORO

Das 19h às 21h

esquenta
No comando: ESQUENTA

Das 23h às 01h

madrugada-de-sucessos
No comando: NA INSÔNIA

Das 00h00 às 04h30

manha-sertaneja
No comando: MANHÃ SERTANEJA

Das 04h30 às 06:20

informativo-fecoagro
No comando: INFORMATIVO FECOAGRO

Das 06h20 às 06h30

mensagens-de-fe
No comando: MENSAGENS DE FÉ

Das 06h30 às 07h00

programa-do-tio-nego
No comando: TIO NEGO

Das 07h30 às 12h

clube-da-onda
No comando: CLUBE DA ONDA

Das 09:00 às 11:00

tricotando
No comando: TRICOTANDO

Das 11:00 às 12:00

musica-para-milhoes
No comando: MÚSICA PARA MILHÕES

Das 12:00 às 13:00

Prodec habilita projetos que devem gerar investimentos e empregos em Santa Catarina

Compartilhe:
industria_emprego_industrial_20201008_1030325283

Com a estimativa de R$ 96,7 milhões em investimentos privados para Santa Catarina, quatro projetos de ampliação e expansão foram habilitados durante a reunião, na tarde desta quarta-feira, 6, do Comitê Técnico do Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense (Prodec), coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE). A expectativa é de fomentar cerca de 135 empregos diretos e indiretos.

“O Prodec, assim como outros programas de incentivo do Governo do Estado, são fundamentais na promoção do desenvolvimento, pois são o impulso necessário que muitas vezes o empreendedor precisa para tirar o projeto do papel, ou mesmo trazer a empresa para Santa Catarina, investir no estado e gerar emprego e crescimento nas regiões”, avaliou o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

Novos projetos

A quinta Reunião do Prodec de 2021 aprovou a expansão de projetos em quatro regiões diferentes do estado. Em São José, na Grande Florianópolis, com investimentos privados previstos de R$ 85 milhões e a estimativa de gerar 45 empregos diretos, haverá a expansão de um parque fabril que permitirá o incremento tecnológico e aumento da competitividade por meio de aquisição de novas máquinas e equipamentos que serão fundamentais no avanço dos processos de inovação e pesquisa.

Em Joinville, Norte do estado, o projeto de expansão será de parque fabril, com a aquisição de equipamentos e moldes, visando à renovação da fábrica. Os investimentos totais previstos são de R$ 850 mil com 26 empregos diretos e 12 empregos indiretos. Já em Siderópolis, no Sul do estado, está previsto a expansão da indústria mecânica, mediante reformas de melhoria, aquisição de máquinas e equipamentos. O projeto prevê 50 empregos diretos e 10 indiretos, com investimento de 9,6 milhões.

Por fim, em Campo Alegre, Norte do estado, haverá a expansão da linha de produção de beneficiamento do leite e derivados de empresa de laticínios, garantindo capacidade de abastecimento, com elevado padrão de qualidade, para os atuais e para os novos mercados consumidores. Os investimentos totais previstos são de 1,2 milhão e vão gerar 14 empregos diretos e 52 empregos indiretos.

Prodec

O programa tem como finalidade conceder incentivo à implantação ou expansão de empreendimentos industriais, que visam a produzir e gerar emprego e renda em Santa Catarina. Com as prerrogativas de que o projeto incentive o desenvolvimento das cidades, principalmente as com baixo IDH, gerem emprego por meio da inovação e da sustentabilidade.

“O Prodec possibilita a postergação de impostos, equivalente a um percentual pré-determinado sobre o valor do ICMS a ser gerado pelo novo projeto. Ou seja, o empreendedor consegue investir no estado e tem tempo para começar a lucrar, até começar a pagar. Com isso, o estado também ganha, com a geração de empregos e incremento na economia”, explicou o diretor de Empreendedorismo e Competitividade da SDE, Carlos Alberto Arns Filho.

Deixe seu comentário: